top of page

A modelagem perfeita

Nesses dias antes de dormir tenho pensado muito como minha visão para os processos tem mudado. Tinha uma ideia completamente diferente sobre a modelagem da que tenho hoje e vou te explicar isso melhor, mas antes se você não sabe o que é modelagem vou te dar uma definição um pouco mais assertiva e enxuta.


A modelagem é o molde em papel que colocamos sobre o tecido para cortar com o formato correto da peça, ela pode ter inúmeras partes e conter outras inúmeras técnicas para você alçar o molde ideal. A modelagem é o processo de confeccionar esse molde e comumente é dividida em duas partes: desenvolver a base e em seguida a Interpretação.



Agora com ajuda da imagem e da definição você poderá entender melhor minhas inquietações nessa área. Lá no início (que não faz tanto tempo) tinha um certo bloquei em avançar na modelagem, a insegurança me tomava completamente e achava que sempre precisaria de alguém pra me dizer como seria feitos os próximos passos, e com o tempo descobri algumas coisas que mudariam minha relação com um dos processos tão importantes na confecção das peças, a modelagem. A seguir algumas certeza que tivesse nessa caminhada:


1. Modelagem é para todos: Todo mundo pode modelar, sim! A modelagem não precisa que você tenha conhecimentos avançados em matemática (apesar de ser usado muita matemática básica) ou traços perfeitos. Ela vai sempre requer de você muita dedicação, detalhismo e prática, um caminho de muita paciência e persistência que serão recompensados. Busque sempre se atualizar e aprender métodos novos, não canse de fazer, e se der errado? busque encontrar o que não deveria ser feito, sempre será tentativa e erro, tentativa e acerto.

2. Modelagem não tem mistério e sim técnicas: Você pode achar, assim como já achei um dia, que não encontrou o mistério da modelagem e por isso não consegue avançar, eu descobri que o que me faltava era conhecer mais técnicas e aumentar o meu repertório nessa área, ou seja, conhecer mais formas de fazer o mesmo, percorrer caminhos diferentes que eu ainda não havia testado e algo muito importante INTERNALIZAR a anatomia do corpo, não adianta fazer roupa, você precisa fazer peças que vistam confortavelmente corpos humanos cheios de curvas e volumes.

3. Não há certo ou errado, há caminhos: Não existe só uma forma de fazer a modelagem, ou uma base perfeita. Esses métodos foram criados por pessoas que se dedicaram muito a observação e teste das peças até encontrar o seu próprio caminho, muitas vezes são disponibilizados em livros, vídeo aulas e cursos, mas eu quero que você saiba que isso é um dos caminhos que você pode percorrer pra encontrar o seu resultado, até porque na modelagem não existe matemática exata quando falamos de interpretação. Você precisa testar e sempre se indagar, qual seria a outra forma? ou uma forma melhor de fazer esse modelo? Descubra caminhos e quem sabe um dia o seu próprio método.

Não desista da modelagem, eu sempre falo que modelar é dar vida as peças sendo o processo que antecede a confecção/costura das peças e é uma etapa que requer atenção, mas não é um mostro que muitos imaginam, quando cai aquela ficha você entende quais são esses caminhos e não vai querer parar de aprender. A modelagem perfeita é aquela que veste o cliente de satisfação, conforto e beleza, seguindo caminhos que você descobriu ou aprendeu com outra pessoa, mas lembre, não há só um caminho e não se prenda só ao que foi ensinado lá no seu B A BÁ da modelagem existe um mundo a ser explorado, desfrute dele.

0 notas

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page